Você já ouviu falar sobre estacas? As estacas, de forma simplificada, são responsáveis por levar e distribuir a carga da edificação para o solo. Mas por que é preciso que o cliente entenda como é feita a perfuração das estacas?

Portanto, algumas etapas devem estar prontas antes de iniciar a perfuração das estacas. Por exemplo, a sondagem do solo e a definição do tipo de fundação. Para executar os furos de maneira correta e ordenada é preciso saber o diâmetro e a altura das estacas. Essas dimensões são definidas no projeto estrutural, um dos três projetos complementares realizados pelo engenheiro civil.

A tipologia da estaca depende dos resultados obtidos através da sondagem. Sendo assim, cada tipologia exige um custo diferente, então a empresa responsável pela sondagem precisa estar comprometida em te ajudar, pois um serviço realizado de forma incorreta pode acarretar em atraso e maior custo.

Por onde começar a perfuração das estacas?

Em primeiro lugar, a demarcação da localização das estacas é feita através de piquetes, ou seja, réguas de madeira fincadas no solo para orientar o profissional corretamente e realizar a perfuração sem problemas.

Além disso, com o vão já aberto, é preciso estruturá-lo e para isso é utiliza-se a brita 1. Britas nada mais são do que partes de rochas duras e maiores. Posteriormente, é retirado o trado e em seguida um peso equivalente a 150kg é colocado.

Ambas as etapas são de fundamental importância para a realização da fundação. Aqui no blog e em nosso instagram ou youtube você encontra mais conteúdo sobre esse assunto.

Algumas sugestões de conteúdos relacionados:

Certamente você gostou de conhecer um pouco mais sobre as estacas. Saber as etapas de sua obra faz com que você escolha bons profissionais e passe por esse processo mais facilmente.

Leave a comment